Na manhã do primeiro domingo de junho, (03) os brasilienses se deslocavam em direção a Catedral da Bênção. Os estacionamentos lotavam e as pessoas que desciam dos carros e ônibus, carregando em suas mãos algum tipo de sacolas e bolsas, que traziam algum tipo de indumentária, ou acessório para participar da abertura da Festa dos Tabernáculos.

O domingo foi intenso. Junto com a abertura da festa aconteceu o batismo. A casa estava cheia.

Publicidade

Logo no início da celebração a missionária Ruth de Oliveira trouxe uma breve palavra aos que estavam sendo batizados, logo após o pastor Jeremias Figueiredo pregou a palavra de Deus e por fim foi dada a abertura da Festa dos Tabernáculos.

Como acontece todos os anos as pessoas se vestem com roupas típicas, os homens entram com os vidros dos santos óleos e as mulheres com as cestas de pães, cachos de uva, e outro acessórios. A missionária Ruth, superintendente de Brasília e Entorno, conduziu a entrada da arca, junto com quatros pastores que a carregavam, até ser deposita sobre a tenda instalada sobre o púlpito, representando a Tenda do Tabernáculo.

Após a oração de abertura, os pastores e pastoras que carregavam os óleos e as cestas, as depositaram nas 12 tendas erigidas dentro da Catedral, representando as doze tribos de Israel e os participantes puderam, a partir desse momento ser ungidos.

Após essa cerimônia de início da festa dos tabernáculos, o pastor Arcentik Dias, que foi um dos coordenadores da entrada da arca, coordenou o ato solene do batismo, onde oitenta e quatro pessoas passaram por esse sacramento.

Assista à celebração de abertura da Festa dos Tabernáculo