Riqueza Refletida

Baixe essa lição aqui

 

INTRODUÇÃO

Tudo o que fazemos haverá de ser medido, primeiro pelo amor que nos impulsiona e segundo pelo objeto da nossa ação. Podemos fazer grandes coisas sem amor, mas nenhum ato será pequeno se feito com amor.

Só um grande homem faz grandes coisas e Davi foi assim, um homem de coração rico, pois amava Deus e sua casa com demonstrações de:

 

  1. Força

“Eu, pois com todas as minhas forças já preparei para a casa do Senhor(…) tudo em abundância” 1ª Crônicas 29:2

Muitos amam o Senhor com a mente, com lábios, mas esquecem que devemos amá-lo com a força. Muitos não fazem esforço e fazer força para servir ao Senhor tem sido raro. Muitos dizem: não tenho tempo, estou cansado. É preciso forças para servir ao Senhor. Nosso coração é revelado pelo reflexo da força que colocamos na dádiva.

 

  1. Amor

“Porque amo a casa de meu Deus, o ouro e a prata particular que tenho dou para a casa do meu Deus” 1ª Crônicas 29:3.

Davi deu o melhor que possuía. O amor precisa ser a suprema motivação de nossos atos. Porque amo a casa do meu Deus não me canso de contemplá-la, de desejar vê-la linda, de procurar dar tudo de mim por ela. A obra de Deus exige nosso amor e esse amor tem que refletir entrega.

 

  1. Disposição

“Quem, pois, está disposto a fazer ofertas, hoje, liberalmente ao Senhor?” 1ª Crônicas 29:5

Interessante uma propaganda antiga onde um palhaço chorava pelas crianças pobres. O alvo das lágrimas era comover as pessoas para um projeto social. A nossa disposição não pode ser lerda, nanica ao ponto de ser movida por lágrimas. A palavra diz que “não devemos contribuir por necessidade ou tristeza, pois Deus ama a quem dá com alegria”. Corações dispostos não precisam de pressão, o reflexo de um coração rico é a prontidão.

 

  1. Alegria

“O povo se alegrou” 1ª Crônicas 29:9

Alegria é o calor da dádiva. Uma dádiva fria não é oferta, é afronta. Dar sem alegria não é dar, é ofensa. A alegria no dar provoca sorriso no rosto do presenteado. Servir ao Senhor com alegria é riqueza refletida.

 

  1. Sinceridade

“Na sinceridade do meu coração, dei todas estas coisas” 1ª Crônicas 29:17

Não se deve dar só para não ficar de fora. Deus exige sinceridade. Deus vê o nosso coração. Não se engane e não tente enganar a Deus. Nossa dádiva precisa refletir um coração sincero e cheio de vontade de cultuar ao Senhor.

 

  1. Liberalidade

“De coração íntegro deram eles liberalmente ao Senhor” 1ª Crônicas 29:9

Liberal é o contrário de avarento. Liberalidade é largura, é não medir, não ser conta gotas. O liberal mostra fé, mostra amor, mostra disposição. Deus é abundante com o liberal. As limitações são sempre resultantes de nossa pequenez – se mais não temos, é porque mais não damos. Quem semeia com abundância, com fartura colherá. Reflita um coração liberal.

 

Conclusão

 Sem dúvida, dar nem sempre é um ato do bolso. Não dar jamais será resultado de pobreza material, mas pobreza espiritual. Os nossos atos refletem o nosso coração. Provemos com esforço, amor, disposição, alegria, sinceridade e liberalidade a verdade de nossa fé no verdadeiro Senhor do nosso coração.

2017-04-05T11:29:42+00:00 21 de fevereiro de 2017|Alimentando o Rebanho|

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário