Ordens de amor

Baixe essa lição aqui

Atos 1:4 (NVI)

Certa ocasião, enquanto comia com eles, deu-lhes esta ordem: Não saiam de Jerusalém, mas esperem pela promessa do Pai, da qual falei a vocês”

 

Introdução

No livro de Atos dos Apóstolos, depois de sua ressurreição, Jesus apareceu aos discípulos por um período antes de subir para o Pai. Em uma dessas vezes, deu uma ordem aos discípulos. Quando ouvimos a palavra ordem, temos uma certa resistência pois pensamos que a ordem nos priva de liberdade e que está ferindo nosso poder de escolha, porém, ordens quem vem de Deus, de Jesus…são demonstrações de amor. Vamos entender melhor:

 

Não saiam de Jerusalém

Quando Jesus estava comendo com os discípulos, deu esta ordem. Muitas vezes alguns fazem uso de algumas frases para demonstrar sua força em relação a algumas ordens: “tenho o direito de ir e vir”, “quem manda na minha vida sou eu” ou “ninguém manda em mim”.

A verdade é que todas essas expressões são formas de defesa que usamos porque um dia tivemos experiências desagradáveis quando colocamos a nossa vida “a mercê” das escolhas de alguém, ou, uma forma de impormos nossa vontade diante de qualquer outra proposta. Alguns sentem o desafio pelo “não” e querem mostrar que tem força para ir contra tudo e todos.

Seja qual for o motivo, temos que rever nossos conceitos sobre a palavra ordem. Ordem para algumas pessoas tem o sentido de proibição e de limites…e na verdade é isso mesmo, porém, a motivação é buscando o seu bem.

Quando Jesus disse que não queria que saíssem de Jerusalém, não era um capricho ou uma ordem privando a liberdade deles. Era uma ordem de amor. Jesus queria que eles alcançassem o cumprimento da promessa.

Nas últimas semanas, temos convivido nas casas de paz…e se hoje é sua primeira vez aqui com a gente…não saia de perto de Deus, não saia do Pequeno Grupo, não saia de perto da convivência daquele que tem buscado ajudar você a viver o melhor tempo de Deus para sua vida.

 

…mas esperem…

A ordem na verdade não era sobre “não sair”, mas sobre “esperar”. É assim que enxergamos algumas situações da nossa vida, pensamos que a ordem é “não sair”, quando na verdade é “esperem”, ou seja, tenha esperança!

Existem situações da nossa vida onde sempre teremos que fazer algumas escolhas e na sua maioria, em situações de extrema ansiedade nossa atitude é sair ou não ficar, desistir ou não esperar.

Sempre existe um sentimento por detrás dessas decisões, mas são decisões de sabotagem, pois estão nos prejudicando.

Não perca a esperança!

Tudo pode mudar assim como aconteceu com os discípulos…”de repente”…e não é certo dizer “quando você menos esperar”, na verdade é ‘quando mais você esperar”, pois na bíblia está escrito: “Esperei com paciência pelo Senhor, e ele se inclinou para mim e ouviu o meu clamor, também me tirou duma cova de destruição, dum charco de lodo; pôs os meus pés sobre uma rocha, firmou os meus passos” Salmos 40:1,2

Tenha esperança…essa é a verdadeira intenção da ordem de Jesus. Ele quer o seu bem!

 

Esperar o que? E por quem?

A ordem de Jesus era baseada no Pai. O Pai(Deus) prometeu e o Filho(Jesus) garantiu. Então a ordem era na verdade um pedido de amor. Espere o cumprimento das promessas de Deus! Espere porque quem prometeu, cumpre!

 

Conclusão

Tenha fé, tenha esperança…

Essa é a ordem de Jesus…essa é uma ordem de QUEM ama você, de QUEM quer o melhor para sua vida.

Permaneça, espere…pois quem prometeu não falha e nunca falhou. FORÇA, CORAGEM, AVANCE em direção ao cumprimento das promessas.

2017-06-27T12:57:05+00:00 27 de junho de 2017|Alimentando o Rebanho|

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário