A IMPORTÂNCIA DAS PRIMÍCIAS PARTE II

  • a importância das primícias 2

A IMPORTÂNCIA DAS PRIMÍCIAS PARTE II

Baixe essa lição aqui

 

INTRODUÇÃO

SHALON ADONAI Que seja assim seu 2018,

Semana passada nós aprendemos sobre o que é primícias. Que segundo o dicionário Aurélio é.

Primeiros frutos, primeiras produções, primeiros efeitos, primeiros lucros, primeiros sentimentos, primeiros gozos, começos, prelúdios.

Na definição bíblica não é diferente, por traz de toda uma doutrina fundamentada em ensinos explícitos e figuras implícitas, as escrituras nos mostram a importância que Deus dá ao nosso ato de entregarmos a ele as nossas primícias, cuja definição é:

A primeira parte de algo. Portanto primícias é mais que oferta, mais que bens, mais que dinheiro, não é apenas ofertar valores, primícias tem que ser o primeiro.

NOVO TESTAMENTO Rm 11,16

Vamos observar o que diz o texto, se as primícias são santas, também a massa o é, se a raiz é santa, também os ramos são. O que Paulo nos ensina não é um retrocesso a antiga aliança em forma de lei, mas o entendimento de um princípio de que se santificamos as primícias que é a primeira parte, tudo que vem depois também o é, outra ilustração bem importante que fortalece o entendimento deste princípio é o de que se a raiz é santa(a primeira parte) ou a parte mais importante na formação da planta for santa tudo que a planta produzir daquele momento adiante o é.

Esse era o entendimento que os judeus receberam da Lei de Moisés. Se santificassem ao Senhor as primícias de sua renda, estariam santificando o restante da renda que ficava em suas mãos. Por isso, Deus poderia fazer com que se enchessem fartamente os seus celeiros e transbordassem de vinho os seus lagares.

Paulo ainda escrevendo aos Romanos disse que havia um propósito de fazer de Jesus o primogênito entre muitos irmãos, Deus foi o primeiro propiciador, Pedro diz o cordeiro foi apresentado antes da fundação do mundo. I Pd.1;19,20 não poderia deixar de mencionar o texto de Mt.6;33 que Jesus nos ensina que devemos buscar a Deus em primeiro lugar ou dar a ele a honra de ser o primeiro em nossa vida, nós aprendemos que as primícias é dá a Deus a honra de ser o primeiro em tudo na nossa vida, família, trabalho, finanças e etc. Se como sombra das coisas que viriam trouxe benefícios para os Judeus, quanto mais nós que vivemos em Cristo vamos experimentar se o praticarmos.

CONCLUSÃO

A sim quero terminar minhas informações sobre este assunto, os Judeus precisaram de uma lei para praticar o que traria benefícios a eles nós não, temos a oportunidade de uma forma voluntária de experimentar está tão grandiosa bênção de dar a Deus as nossas primícias, honra-lo. Por meio dessa atitude Deus abençoará tudo mais que fizermos, produzirmos, adquirirmos, que possamos aprender com a lei e com deus. o propiciador sempre será o primeiro beneficiado (e de uma forma voluntária e não por obrigação), isso é bem maior.

Sobre o Autor:

Aprendiz e seguidor de Cristo, teologia, marketing, administração, já estudei agora estudo direito. Sou marido, pai, filho, me adotaram como avô e pastor. O que mais amo na minha vida é falar da graça e do amor de Cristo. Dizer a todos que só Cristo nos dá a vida eterna.

2 Comments

  1. Cornélio Nascimento 18 de janeiro de 2018 em 18:12 - Responder

    Digo: Ap. Doriel Wladimir de Oliveira

  2. Cornélio Nascimento 18 de janeiro de 2018 em 18:10 - Responder

    A Paz
    Uma lição muito boa e proveitosa
    Muito obrigado
    Deus abençoe
    Pr. Cornélio Nascimento
    Meu e-mail é: ccnasciemnto@uol.com.br

    Me sinto orgulhoso por ter nascido para Cristo neste ministério, e ter conhecido um dos maiores profetas que passou por este mundo. Ap. Doriel Wladimri de Oliveira (Saudades)

Deixar Um Comentário